Saiba Tudo Sobre Humanização na Odontopediatria

Quando se trata de humanização na Odontopediatria é com o objetivo de oferecer um ambiente o mais acolhedor para as crianças.

É normal as crianças ficarem um pouco assustadas, afinal, é algo totalmente novo, mas o profissional deve saber como lidar com os pequenos, a fim de tornar esse momento até mesmo prazeroso.

Saiba que muitos adultos que têm “pavor” de dentista provavelmente é porque não tiveram uma boa experiência quando crianças.

Por isso, vamos mostrar como deve ser o atendimento infantil para que tudo transcorra da melhor maneira possível.

O que é humanização na Odontopediatria

Como o nome já sugere, humanização na Odontopediatria é além de tornar o ambiente mais acolhedor, buscar construir uma relação de confiança com a criança.

As crianças, por natureza, são um pouco desconfiadas, ainda mais em um local com o qual não estão acostumadas e com uma pessoa que não conhecem.

Por isso é importante ter paciência, conversar e dar o tempo para a criança se familiarizar com tudo.

Por que é importante?

Hoje em dia, há uma maior preocupação em levar em conta o que a criança está sentindo, procurar entender seus medos e a partir daí começar a criar um vínculo entre profissional e paciente.

Como cada criança é única, é importante que o profissional converse com seus pais até para conhecer mais como a criança se comporta, se tem alguma dificuldade específicas, e assim, pensar na melhor forma de lidar com ela.

Isso é a base da humanização na Odontopediatria, tanto que já está provado cientificamente que é o melhor caminho para oferecer um atendimento de qualidade e personalizado.

Como Funciona na Prática?

Felizmente, os profissionais que atendem crianças estão cada vez mais se especializando e aprendendo técnicas para lidar com os pequenos.

Para isso, os consultórios contam com brinquedos, livros e papeis para desenhar, além de uma decoração que chame a atenção da criança.

Ela precisa se sentir bem e quanto menos parecer com um consultório tradicional, as chances são que a criança não mostre resistência ao tratamento.

Uma outra dica é mostrar para a criança para que serve cada instrumento, e se possível, responder a todas as perguntas de uma forma clara e usando uma linguagem que ela entenda.

Esse é o objetivo da humanização na Odontopediatria, ou seja, pensar em organizar um ambiente onde a criança se sinta acolhida, se manter aberto, ter paciência e respeitar a individualidade de cada criança.

Para saber mais sobre a Odontopediatria, de uma olhada no artigo “Guia para Odontopediatras que atendem sozinho“.

error: Content is protected !!
0

Your Cart