Tratamento com Canais Calcificados: Como Funciona?

Design sem nome 3 Tratamento com Canais Calcificados: Como Funciona?

Muitas pessoas se perguntam se é possível tratar canais calcificados, muito comum em idosos.

O problema aqui é que essas calcificações podem complicar um pouco o tratamento, pois a localização dos canais se torna mais difícil.

Mas isso não significa que não possam ser tratados.

E é exatamente isso que você vai ver aqui: como o funciona o tratamento em canais que já apresentam calcificação.

O que são canais calcificados?

Para você entender o que são canais calcificados, vamos ver, por exemplo, um canal de um paciente jovem, onde existe um espaço no interior do dente.

Só que, com o tempo, esse espaço vai diminuindo ou pode ficar completamente calcificado.

Isso ocorre por conta de restaurações, cáries, traumas, mastigação, etc.

Dessa forma, o tratamento fica mais difícil, pois será preciso descontaminar e preencher esse espaço.

Agora, o fato de o canal estar calcificado, não quer dizer que é preciso tratá-lo.

Se o paciente não sentir dor ou não houver qualquer alteração periapical, não é preciso intervir e somente preservar.

Como funciona o tratamento com canais calcificados

O primeiro passo no tratamento com canais calcificados é a sua localização.

Depois disso, o dentista vai higienizar os canais radiculares, aplicar a medicação e por fim, a obturação.

A boa notícia é que as tecnologias estão cada vez mais avançadas, e assim, é possível visualizar com mais precisão o canal a ser tratado.

Na verdade, a porcentagem de canais totalmente calcificados e sem a possibilidade de tratamento é muito baixa.

Por isso que é necessário um microscópio operatório juntamente com um ultrassom para localizar e acessar o canal com mais segurança.

Embora seja um trabalho que requer muita habilidade, um endodontista experiente resolve muito bem.

Além disso, isso evita desgastes desnecessários à estrutura dos dentes.

error: Content is protected !!
0

Your Cart